Fatos interessantes que eu aposto que você nunca soube sobre cortinas

A ideia do uso de cortinas na Europa e América foi importada do Oriente.

No Egito as cortinas e tapetes eram usados para decorar paredes; na China e Japão as cortinas fizeram parte importante da casa de nobres e imperadores. Acompanham também a evolução histórica da Igreja Católica.

Durante o período Barroco as janelas adquirem grandes proporções e junto com o nascimento da cenografia e o amor pelos os drapeados, as cortinas se tornaram um elemento decorativo.

São produzidas assim como as cerâmicas e tapetes, os majestosos tecidos pintados à mão para cobrir portas e janelas, decorados com rendas luxuosas.

As cortinas apresentam não só tecidos nobres e pesados, mas também outros mais leves com muitos franzidos fizeram muito sucesso, cobrindo a janela dos olhares indesejados, dando privacidade para os ricos.

Assim foi até na Revolução Industrial (movimento originário na Inglaterra que passou a usar as máquinas na produção de bens). Com os avanços na tecelagem e tinturaria, os tecidos ficaram mais acessíveis aos bolsos das demais classes sociais, contribuindo para a disseminação do uso de cortinas como artigos de decoração, proteção e privacidade.
Atualmente, as cortinas e persianas são peças essenciais na decoração dos ambientes. São muito versáteis, além da estética possuem como funcionalidades a proteção e a privacidade nos ambientes. Disponíveis em diversos modelos e materiais, escolha a que combina mais com seu estilo e ambiente!

Gostou do artigo?

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on whatsapp
Compartilhe via Whatsapp
Share on linkedin
Compartilhar no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhar no Pinterest

Deixe seu comentário